Mesmo não me aparecendo nada
Que de escrever não seja o comentário
As coisas digo
De tanto querer o seu contrário
Quero ser pegado ao colo
Pelo mundo viajar
Não quero sentir que me amolo
Não quero dar mais do que me é natural dar
Esforço nenhum nesta experiência
De viver na vontade de Deus
Nem mais nem menos do que ele quer
Assim se faça o que tiver que ser
Nem travão nem acelerador
Como combustível, tenho só o amor
E esse encontro-o aqui e agora
É aí que me quero encontrar
Nem antes, nem depois, por favor!

Maio de 2017